Começa temporada de nascimentos das araras-canindé em área urbana da capital

Cidades

Com a chegada da Primavera, as atenções se voltam às dezenas de ninhos de araras-canindé, espalhados por várias regiões da área urbana da capital. É nessa época que são registrados os nascimentos dos filhotes da ave, que escolhem as palmeiras para montar o “aconchego” do lar. Por ano, nascem aproximadamente 60 filhotinhos “campo-grandenses”.

O período de reprodução ocorre entre os meses de julho e dezembro, mas é na estação das flores que os nascimentos se intensificam. O acompanhamento do comportamento das araras nos ninhos é realizado diariamente por equipe do projeto Arara Azul.

O grupo é formado por biólogos e estagiários dos cursos de biologia e medicina veterinária, que seguem um cronograma para visitar todos ninhos, em regime de revezamento. A cada dia, a visita é feita em uma determinada região da cidade.

“O trabalho contempla todas as etapas da reprodução das araras, desde a construção do ninho, postura dos ovos, nascimento dos filhotes e fase de crescimento, até alçarem voo”, detalha Neiva Guedes, 55, bióloga, presidente do projeto.

RG das araras – Neiva explica que em cada filhote, antes de voarem, é inserida uma anilha com microchip no peito, “não para acompanhar as aves por meio de satélite, como muita gente pensa, mas para que o dispositivo sirva como um RG do indivíduo”, diz.

Como não há muitas diferenças visuais entre eles, essa é uma forma da equipe verificar aspectos de saúde de cada um e ficar ciente caso aconteça algo.

Em Campo Grande, os 140 ninhos das araras podem ser facilmente avistados em várias regiões, especialmente em palmeiras mortas.

“Costumamos dizer que são troncos de palmeira morta que dão vida, porque são os lugares preferidos para araras construírem ninhos. As aves podem acelerar a morte das árvores porque, instintivamente, retiram a copa delas”, explica.

Também é verificado que muitas pessoas “cedem” a palmeira para que sejam montados os ninhos.

A estimativa é que existam cerca de 500 araras na cidade.

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades
Moradores do Aero Rancho pintam placa de obra parada com barro da própria rua

Moradores do bairro Aero Rancho que residem próximos ao cruzamento da Avenida Graça Aranha, com a rua Taumaturgo, reclamam da paralisação da obra de asfalto, que começou em junho, mas não teve andamento. Indignado, um senhor pegou uma balde de barro da rua e resolveu pintar a placa da obra, …

Cidades
Semana vai começar com ‘friozinho’ de até 12ºC em MS

Depois das chuvas dos últimos dias um friozinho de 15ºC na Capital e 12ºC no Estado nesta segunda-feira (2) é considerado como um “bônus” para quem não estava aguentando o calorão feito em setembro. De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), com a aproximação de um novo sistema …

Cidades
Vento forte derruba árvore e danifica poste e fiação próximo da UFMS

Forte rajada de vento na manhã de hoje (1º) derrubou uma árvore, que caiu por cima de um poste e danificou a estrutura de concreto e a fiação. O ocorrido foi na Rua Sertãozinho, no Bairro Ipiranga. Com a queda, a estrutura de concreto do poste ficou danificada na parte …