Petrobras aumenta preço do gás de cozinha em 6,9%

Economia

Pelo segundo mês consecutivo, a Petrobras aumentou o preço do gás de cozinha vendido em botijões de 13 quilos, mais usado pelo consumidor residencial. O reajuste, que entra em vigor nesta terça (26), será de 6,9%.

Em nota distribuída nesta segunda (25), a estatal diz que, se o repasse for integral, o preço do botijão subirá 2,6% nos pontos de venda.

Em agosto, a companhia já havia aumentado o preço do combustível, também em 6,9%. Desde então, o preço de revenda do botijão teve alta de 3,4%.

De acordo com a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), o preço médio do botijão no país foi R$ 60,14 na semana passada.

Em junho, a Petrobras anunciou uma nova política de preços para o o gás vendido em botijões, que tem o nome técnico de GLP (gás liquefeito de petróleo).

A política prevê reajustes mensais de acordo com a variação das cotações internacionais e do câmbio. Desde junho, o preço subiu três vezes e caiu uma.

A estatal pratica outra política para o GLP envasado em vasilhames maiores do que os de 13 quilos, mais usados por comércio e indústrias.

Por recomendação feita em 2005 pelo CNPE (Conselho Nacional de Política Energética), o produto voltado ao consumidor residencial deve ser mais barato.

Em agosto, o diretor-geral da ANP, Décio Oddone, disse que a agência estuda propor o fim da diferença de preços, liberando a estatal para praticar o mesmo valor, independente do tipo de vasilhame. A proposta deve fazer parte de uma revisão na regulamentação das vendas de GLP no país.

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia
Projeto “Abre Vagas” oferece curso gratuito para quem busca trabalho no fim do ano

A Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG) inicia as inscrições para o curso “Abre Vagas” e disponibiliza 230 vagas gratuitas de qualificação, aperfeiçoamento e preparação para pessoas fora do mercado de trabalho e que estão em busca de uma oportunidade para o fim de ano.

Economia
Nota de repúdio da CDL/CG: Deputados querem lesar economia de MS com aprovação da “Lei da Inadimplência”

Os deputados estaduais derrubaram em reunião na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), o Veto Total do governador Reinaldo Azambuja ao Projeto de Lei nº 133/2017, Lei do A.R. ou também chamada de “Lei da Inadimplência”, de autorias dos parlamentares Beto Pereira (PSDB) e Pedro Kemp (PT), quer regulamentar …

Economia
Setor empresarial é contra “lei do caloteiro” e tenta barrar projeto na Assembleia

Deve ser votada nesta quarta-feira a manutenção, ou não, do veto do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) ao Projeto de Lei nº 133/2017, de Beto Pereira (PSDB) e Pedro Kemp (PT), que regulamenta o sistema de inclusão dos nomes dos consumidores nos cadastros de proteção ao crédito em Mato Grosso do …